Pensar Contábil, Vol. 8, No 31 (2006)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A assimetria informacional do risco ambiental nas demonstrações financeiras: um estudo comparativo Brasil x EUA

Aracéli Cristina de Sousa Ferreira, Andre Luiz Bufoni

Resumo


Este trabalho teve por objetivo verificar a existência de diferenças de tipo e quantidade na evidenciação de informações ambientais nas demonstrações financeiras obrigatórias das empresas brasileiras que emitem os American Depositary Receipts (ADR) na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE). Para a execução desse trabalho foram selecionadas empresas dos setores: elétrico (3), petroquímico (3), siderúrgico (2), papel e celulose (2) e uma mineradora. Foram comparadas as demonstrações financeiras padronizadas (DFP), obrigatórias pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) contra o formulário 20-F exigido pela Security Exchange Comission (SEC) para a manutenção da participação dessas empresas no mercado americano. Os resultados deste estudo indicam a existência de uma grande diferença entre os dados disponíveis no Brasil e no exterior. Conclui ainda ser de urgente correção de discrepância nos demonstrativos nacionais: (1) segregação dos passivos ambientais dos demais tipos no balanço patrimonial; (2) a elevação da evidenciação de todas as questões relevantes concernentes ao meio ambiente, pelo menos aos níveis internacionais.

Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.

Submissões de Artigos enviar para o email pensarcontabil@crcrj.org.br

CONCEITO QUALIS/CAPES: B2

ISSN eletrônico: 2177-417X
ISSN Impresso: 1519-0412

Esta revista está indexada em www.latindex.org. , www.spell.org.br, e www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre e www.ebsco.com


      

 

EBSCO