Pensar Contábil, Vol. 13, No 50 (2011)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A Classificação dos Custos Fixos e Variáveis por Meio de Regressão Múltipla: Estudo de Caso em uma Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Curitiba – PR

June Alisson Westarb Cruz, Alceu Souza, Daniela Torres da Rocha, Wesley Vieira da Silva, Júlio Adriano Ferreira dos Reis

Resumo


Historicamente os gestores têm dificuldades em operacionalizar
os métodos de custeio nas organizações. Nesse contexto
e sob essa perspectiva, o presente estudo contribui para a
atenuação das constantes dificuldades da aplicação do método
de custeio direto, buscando colher evidências acerca da contribuição
dos métodos estatísticos e econométricos no processo
de classificação de custos (fixos e variáveis). A perspectiva da
aplicação do custeio direto com base na classificação contábil
sugere uma operacionalidade do método baseado na expertise
e no julgamento dos gestores, que com base conceitual
determinaram a classificação dos custos em fixos e variáveis.
O estudo classifica-se como levantamento longitudinal, com dados
relacionados ao período de junho de 2006 até março de
2010, percebendo uma série mensal de 46 períodos, que foram
coletados junto a uma cooperativa de catadores de materiais
recicláveis da cidade de Curitiba - Paraná. Nesse sentido vale
destacar que os custos são controlados pelo gestor da organização,
que mantém o registro da quantidade produzida (coletada,
separada e embalada) de cada um dos 20 tipos de produtos,
dos custos totais por mês e da receita oriunda de cada um
dos produtos, de acordo com a quantidade produzida e o preço
de venda praticado. Para tratamento dos dados empregou-se a
técnica estatística multivariada de regressão linear múltipla para
obter a classificação de custos fixos e variáveis. Como resultado
destaca-se que o modelo obtido por meio da regressão linear
múltipla entre as variáveis consideradas apresentou um coeficiente
de explicação de 98%, o que indica que o comportamento
do custo total pode ser explicado pelo volume de produção.

Palavras-chave: Custos Fixos; Custos Variáveis;Métodos de Custeio.

Abstract
Historically, managers have difficulty in operationalizing the costing methods in organizations, in this context and from that perspective, this study contributes to the attenuation of the constant difficulties of applying the method of direct costing, seeking collect evidence about
the contribution of statistical methods and econometrics in the process of classification of costs (fixed and variable). The prospect of the application of direct costing based on the accounting classification suggests a method based on the operational expertise and trial managers, who established the conceptual basis of classification
of costs into fixed and variable. The study is classified as a longitudinal survey with data related to the period from June 2006 until March 2010, realizing a series of 46 monthly periods, which were collected from a cooperative of collectors of recyclable materials from Curitiba - Paraná. In this sense it is worth noting that costs are
controlled by the manager of the organization that keeps track of the amount produced (collected, separated and packed) from each of 20 types of products, total costs per month and the revenue coming from each of the products, according to the quantity produced and the selling price. The data collected was applied the multivariate
statistical technique of multiple linear regression to obtain the classification of fixed and variable costs. As a result it is emphasized that the model obtained by multiple linear regression between the variables considered showed a coefficient of explanation of 98%, which indicates that the behavior of the total cost can be explained
by production volume.

Key words: Fixed Costs, Variable Costs, Costing Methods

Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.

Submissões de Artigos enviar para o email pensarcontabil@crcrj.org.br

CONCEITO QUALIS/CAPES: B2

ISSN eletrônico: 2177-417X
ISSN Impresso: 1519-0412

Esta revista está indexada em www.latindex.org. , www.spell.org.br, e www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre e www.ebsco.com


      

 

EBSCO