Comentários do Leitor

Técnica de estudos para um novo idioma

fabian hildson (2017-05-11)


Processo começa ainda no avião. Você receberá um formulário que deve ser preenchido e entregue posteriormente ao agente que irá te atender. Ao descer da aeronave, siga as placas de imigração pelos corredores. Não tem como errar: provavelmente este será único - e quase sempre longo - caminho. Ao chegar, você verá vários guichês: uma fila para cidadãos americanos e outra para estrangeiros. Entre na fila correta e aguarde a sua vez. Um agente te encaminhará para guichê correto. Caso esteja em família, todos juntos poderão seguir para mesmo atendimento.

Essa história de casado, solteiro, passa junto, separado, não tem nada a ver. Depende do oficial e independe do aeroporto. Se tiver que acontecer, vai acontecer, e não importa se você é classe media ou classe alta. Funciona como visto. Tem pessoas que tem bens em seu próprio nome (imóveis, carros), investimentos no banco, emprego fixo ou até mesmo empresário e visto é negado. Porque? Não há uma explicação lógica. Depende, digamos, da sorte ou azar ou de uma série de fatores.

Fiquei encantada com a qualidade dos artigos do site. Desde que decidi que aprenderia inglês online, tenho buscado por páginas como esta, em que material exposto corresponde-se às minhas necessidades. Aqui encontro tudo que inicialmente preciso para meus primeiros aprendizados da língua. Fico grata por poder contar com esta fonte de apoio, e por isso agora me tornei uma fiel admiradora deste site e indicarei para máximo de amigos! Parabéns.

Você sabendo inglês, você pode, como a gente costuma falar, você pode beber da fonte, você não precisa mais depender de só quem está aqui no Brasil, você tem um mundo inteiro aos seus pés para colher seu conhecimento, ou que você pode ir atrás. Tem diversas pessoas, principalmente, por exemplo, Estados Unidos, que eles já estão a mais tempo, justamente em questão de marketing, empreendedorismo digital, mais tempo trabalhando com isso, já estão mais avançados, já escreveram muito mais, já estudaram muito mais, já testaram muito mais, então tem muita coisa, que ao invés de você tentar, reinventar, descobrir por conta própria, seria muito mais fácil você simplesmente saber inglês, e ir ver que esses caras de fora estão fazendo.

Priorize divertido. Faça algo que você gosta. Estude com materiais de temas que você gosta, que lhe dá prazer. Eu, por exemplo, aprendo com vídeos de informática e tecnologia : é um tema que adoro. Assim tenho bem mais contato com idioma do que se ficasse vendo horas e horas de vídeos sobre asssuntos que não tenho interesse, como futebol, política internacional, alimentação, medicina.







Ao aprender com que você gosta você elimina muitas partes chatas do treinamento. Você se aperfeiçoa e nem parece que está estudando. Faça algo que você gosta! Busque podcasts e vídeos em inglês dos seus temas favoritos. Você será capaz de absorvê-los com muito mais facilidade do que com temas chatos.

Você pode comparar os preços entre as companhias aéreas através de sites como (onde apesar das taxas você tem boas opções de parcelamento) ou Trivago Mas na hora de comprar, caso queira realmente conseguir as passagens mais baratas, vá até site da própria companhia ou então parcele através de uma agência de viagens. No meu caso, viajei através da agência ingles do jerry é bom , que resolveu direto com a companhia aérea um problema que deu com cartão de crédito, então valeu a pena (mas você paga 10% do preço da sua passagem de comissão à agência).



ISSN da versão on-line (atual): 1984-3291
Periodicidade: Quadrimestral
Classificação CAPES: B1